Projetos em andamento

Olá possíveis pessoas que lêem o meu blog! Estou passando hoje para dizer que a vida online anda devagar, mas offline “o bicho tá pegando” e eu estou muito feliz com essa nova fase, apesar da canseira sem fim.

Quero apresentar pra vocês algo que não é novo na net mas que depois de bastante tempo tentando engatar, é novo pra mim! É o Projeto desenvolvido pela Mi Müller há tempos atrás mas que quero fazer agora pra este meu 2012.  A idéia é: através de um tema por mês, fotografar 12 cenas, pessoas, objetos, enfim.    Acredito que nesta minha nova etapa da vida, com nova rotina e pouco lirismo no cotidiano, vai ser bom e importante me dedicar  a coisas ligadas a arte, a sensibilidade, a leveza. 

Então, pra ser coerente com o projeto farei o esforço de publicar aqui e no meu Flickr as fotos de cada mês, a começar pelo último dia de cada um. Então, amanhã é dia de postagem. Mas sempre lembrando que é pra ser leve, gostoso, traquilo. Nada obrigatório.

Sobre o formato do Projeto, seguindo a lista da Mi Müller alterei a ordem dos temas e fugi um pouco do que ela propôs e fiz esta lista aí:

Janeiro: Preto e branco
Fevereiro: Auto-retrato
Março: Objetos
Abril: Hobbies
Maio: Noite/Amanhecer
Junho: Natureza e Bichos
Julho: Pessoas e expressões
Agosto: Lugares
Setembro: Partes do corpo humano
Outubro: Lomography (Fisheye e Diana)
Novembro: Cotidiano
Dezembro: Paisagens
 

Então é isso, pessoal! Se alguém quiser participar, criar o seu formato, fique à vontade. Mas se lembrar, comunique. É legal acompanhar os projetos que surgem! 

Hasta luego 😉

Anúncios

O Clube dos Anjos – Gula

O ano começou a 22o km por hora mas eu consegui ler o primeiro livro do DL2012.

O Clube dos Anjos – Gula, terceiro livro da série Os Sete Pecados Capitais foi uma leitura ligth, apesar do imenso conteúdo calórico do livro!

A história conta a vida de 10 amigos que se reúnem há 21 anos para deleitarem-se no seu prazer de comer. Num passado distante todos se encontravam no Bar do Alberi, e daí ficou batizado o famoso Picadinho do Alberi, substituído mais tarde por jantares sofisticados, verdadeiro ritual de poder.

O narrador é o personagem Daniel, quem reúne em sua casa todos os amigos glutões, após a crise enfrentada pelo grupo na qual cada um já não via mais sentido para seguirem com a comilança coletiva. 

Porém, Daniel conhece Lucídio, anjo da morte que conseguirá atrair todos os 10 para seus jantares magníficos e mortais. Assim, a história segue em torno do prato favorito e do prazer incontrolável de comer até morrer, ou ainda que a morte esteja rondando.

Eu, particularmente achei uma leitura fluida e fácil. Ri muito de algumas passagens sarcásticas nas quais o narrador tenta elaborar o perfil de cada amigo e também da história das xifópagas lésbicas – as irmãs Zenaide e Zulmira. Achei interessante o fato de que o autor não se preocupou em fazer muito mistério sobre o fim de cada um, o que torna o óbvio menos provável e a leitura mais interessante. 

Não senti estar lendo uma grande obra, mas gostei da diversão que o livro me proporcionou. E afinal,  morrer fazendo aquilo que você mais gosta até que não é uma má idéia pra morte, não é não? 

Em tempo, primeiro livro do DL devidamente lido e resenhado, eba! 😉

Cookies, dias chuvosos, burocracias e algo de descanso

Daí que hoje é meu último dia dos 8 que tive livres entre sair do emprego A e entrar no emprego B.

Amanhã já começo na labuta. Falando nisso, ótimo dia pra começar. Gosto do 13 e da aura de mistério das sextas-feiras 13! Aliás o horário marcado pra eu chegar com a papelada será às 13h. Já falei pra vocês o tanto que tem sido desafiante pra mim esse novo trabalho, então não vou repetir, só vou lembrar que eu to ANSIOSA pra caramba!

Aí, no meio desses diazinhos delícia de folga, eu experimentei coisas na cozinha (bem poucas ainda, mas algo). Conheci umas receitas de cookies visitando o blog  Two Bee, da Bianca Moraes (recomendo muito) e resolvi criar coragem pra testar.

Massa
Achei que neste formato jamais virariam cookies
E não é que deu certo, e ainda ficou delicioso!

Foi uma excelente pedida no meio de tantas burocracias para resolver! Renovação de CNH, prova de legislação, briga com o RH da empresa 1, idas ao banco, aulas extra de trânsito, médicos, relatórios finais, comprinhas básicas (essa parte foi boa). Enfim, essas partes doces do dia ajudaram a tornar tudo melhor, e a curtir os dias chuvosos que ainda não deram muita trégua por aqui.

Além disso, consegui pegar emprestado na Biblioteca do Transcol (sistema de transporte da Grande Vitória) o livro GULA que faz parte do meu desafio literário para este mês. 

Sistema de empréstimo público

Bem legal o sistema de empréstimo do Transcol!

Agora, para finalizar meus dias de descanso vou ali comer uns pedacinhos do bolo de cenoura que fiz ontem e tomar um chazinho para relaxar e dormir bem.

Muita energia positiva para tod@s! 😉

Desafios

Todos nós temos momentos na vida nos quais nos sentimos desafiados. Na maioria das vezes sentimos medo, angústia, até raiva pela situação. Mas na realidade os desafios chegam para que a gente possa se superar. E quem não gosta de se sentir vitorioso consigo mesmo?

Esta semana estou no processo de mudança de emprego. Entreguei o último relatório das atividades que realizei no emprego anterior e provavelmente na quarta ou na quinta começo a nova saga. 

Toda mudança implica um tempo de adaptação, de perguntas, de expectativas. Eu estou vivendo esse mix de sentimentos, sem contar a ansiedade matadora. Será que vou me adaptar? Será que vou gostar da atividade em si? Serei boa o suficiente? Conseguirei superar minhas dificuldades para realizar todas as coisas que esperam de mim? Olha, parece pouco, mas é bem muita coisa.

Terei que desafiar a mim mesma a voltar a dirigir (coisa que estou melhorando a cada dia), desafiar a trabalhar com temáticas diferentes as que já estava acostumada na minha profissão, desafiar a trabalhar em um emprego completamente distinto do que já fiz até agora, com uma carga de risco considerável. Mas quer saber? Estou feliz e muito grata pela oportunidade e pela necessidade do desafio. Sinto que estou crescendo como pessoa, como profissional, e que toda esta experiência só tem a acrescentar.

Desde que nascemos temos desafios a superar, não é mesmo? Andar, falar, controlar esfíncter, comunicar-se corretamente, saber o que pode e o que não pode, saber estar com o demais, fazer amigos, aprender conteúdos na escola, passar no vestibular, ser bom na profissão, saber escolher as companhias, viajar sozinho, enfrentar dívidas, fazer as próprias escolhas, afinal. Tudo isso e muito mais são desafios do cotidiano e só cabe a nós superá-los e saber reconhecer os nossos passos, valorizar as pequenas e grandes conquistas.

Que venha o novo!

Andamento do Projeto 101 coisas

Desde que comecei o projeto e essa fissura com os blogs, acompanho o cantinho da Lumakimura onde ela faz, dentre outras coisas, o resumo do projeto dela. 

Então aproveitando essa semana de semi-férias, e já que começamos o ano faz alguns dias apenas vou escrever um pouco sobre como está o andamento das minhas 101 coisas…

Bem, sem dúvida uma das coisas que mais tenho conseguido fazer é adiantar o item 27. Acompanhar séries legais. Estou assistindo junto com marido lindo as séries: Dexter; The Modern Family, Bones e Six Feet Under. O Dexter a gente viu até a última que saiu e agora é aguardar a próxima. As outras vamos seguindo assim logo quando sai um episódio! Six Feet Under é uma que já tinha visto completa e que gostei pra caramba. Convenci a que ele assistisse e agora vou de reprise!

Paramos um pouco de ver That´s 70 show e The Walking dead. Nada pessoal, apenas continuam na fila pra logo mais.

O item 17 sobre ler livros de literatura e quadrinhos vai bem. Em dezembro recuperei meus exemplares de Preacher e estou lendo “A caminho do Texas”. Já li “Até o fim do mundo” e estou gostando do personagem. 

No item 19 sobre cultivar velhas amizades e fazer novos amigos acredito que vou no caminho certo. Tive reencontros legais (nem todos fotografados, sniff) e com a mudança de trabalho pude perceber que novos laços foram construídos. E isso me anima. Bruna, faltou uma foto com você!

O item 29, reaprender a dirigir e ter mais confiança foi alavancado pela troca de emprego. Comecei umas aulas avulsas na auto escola e já dei entrada no processo de renovação da carteira. Daqui a uns dias tenho prova de legislação já que minha CNH já estava vencida há 6 anos! Falar que amo é mentira, mas fora a ansiedade que me gera ser condutora, tem sido bom me desafiar! 

Falando em saúde meu item 31 é sobre minhas famosas pintas! Dia 17 de setembro fiz uma consulta e chegou-se a conclusão que é um nevo melanocítico que deve ser retirado. Mas a médica disse que posso respirar tranquila mas não esquecer de ir lá pra também fazer a biópsia e tals. Ufa, que susto!

Item 64 da lista e super difícil de manter: Estudar e passar em concursos públicos! Já prestei alguns concursos e fiz inscrição para mais 3 só no início deste ano. Mas, caramba! Estudar que é o que importa, tá difícil. Ainda não consegui criar uma rotina e as matérias que tocam qualquer tipo de legislação me deixam doida! Ainda não tenho dinheiro para um cursinho, mas pelo menos a meta tá sendo levada a sério. Uma hora eu consigo!

Item 80: Reencontrar pelo menos dois amigos de infância. Reencontrei uma amigo, vizinho lá da cidade onde nasci. Hoje ele vive em BH com a esposa mas veio trazer a mãe para ficar um tempo com a família e me procurou. Foi ótimo revê-lo, saber das histórias de superação que ele tinha pra contar e finalmente, amigo é amigo, né? Não registrei o encontro, mas tá valendo!

Participar de um desafio literário pelas metades, eu participei ano passado, mas este ano quero ver se a coisa anda de verdade. Então, mais força no meu item 81!

Acho que por enquanto é isso pessoal. A vida segue e a lista deu uma respirada, mas segue junto!