Pra recordar

O final de semana tá sendo bom pra descansar pena que passa rápido e amanhã é segunda-feira daquelas que começam mais cedo que o normal.

Eu que esperei ansiosamente este finde aproveitei mais ontem…rodei pela cidade na companhia de uma amiga super querida que está na minha vida desde sempre e tomamos café, rimos, contamos os causos dos últimos tempos. Andamos pela feira, visitamos a Casa Aberta no Centro da cidade, procuramos apartamentos à venda e também para alugar. Almoçamos num lugar novo pra mim que é um restaurante vegetariano, chinês pelo visto, e muitíssimo agradável (Verde Perene). 

Depois do almoço visitamos a Igreja do Rosário que é um ponto turístico que não conhecia, e caminhamos em direção ao Museu de Arte do Espírito Santo (MAES) para ver a Exposição Meditações Extravagantes do artista plástico Nenna. Adorei a injeção de arte na veia e dali seguimos para a FAFI (Escola de Teatro, Dança e Música) e lá lembrei que não vai dar tempo de ver a peça Benjamim em que uma colega atua. Embora chateada com a minha falta de agenda, fiquei feliz por saber que o cenário cultural do meu Estado pouco a pouco vai ficando mais rico.

Depois olhamos mais uma porção de apartamentos, deu pra sonhar um bocado mesmo sabendo que a conta bancária não está lá ajudando para o financiamento da casa própria. 

Uma passadinha rápida pelas lojas Marisa, pelo Mac Donalds a procura de café (que não tinha) e cada uma seguiu seu rumo.

O dia estava lindo, aproveitei além da companhia para tirar fotos com a minha Mini Diana. Até pegar o ônibus ficou divertido no sábado que passou!

Sensação gostosa essa que espero experimentar mais vezes…afinal, estar de volta ao Brasil há 1 ano e 6 meses precisa ter mais sentido do que apenas um lugar bom para se trabalhar! As relações humanas são muito mais significativas!

PS: Quando tiver revelado as fotos coloco aqui!

Passeio de Trem

Não sei se vocês sabem, mas no Brasil existe apenas uma estrada de ferro que realiza diariamente o transporte de passageiros entre Estados. Esse trajeto conecta o Espírito Santo a Minas Gerais. É a chamada Estrada de Ferro Vitória a Minas, da empresa Vale. Pra mim é uma das viagens mais maneiras para se fazer, especialmente quando a gente está a fim de curtir o tempo do percurso. 

Tenho memória de haver feito esta viagem da minha cidade natal até Cariacica (que é o ponto final do ES) muitas vezes na vida. Quando era criança adorava poder andar pelos vagões e espiar a varanda, junto com minha mãe. Depois andava de trem para os trabalhos pontuais que fazia noutro município, pois é muito mais barato que viajar de ônibus. E agora voltei a andar de trem, porque moro perto, porque a estrada tem vistas bucólicas lindas e tem sido bem mais rápido que ir de ônibus (o tráfego é um horror, né galera?). Ah, e o precinho…é super em conta!

Conheci outro trajeto de trem há anos atrás quando fiz uma viagem ao Paraná. Lembro que fizemos um passeio turístico de trem que ligava Curitiba a Paranaguá, no litoral. É super emocionante também, mas este é um passeio turístico e neste caso a ferrovia não funciona como meio de transporte à população.

Enfim, essa coisa toda para contar que fim de semana retrasado eu fui com meu amor visitar minha família e aproveitamos para voltar de trem. Aproveitei a ocasião para tirar fotos e poder mostrar aqui para vocês também.

Como era de tardinha a gente acompanhou o horário mágico do pôr do sol e foi melhor ainda. Mesmo que a câmera e a fotógrafa não seja muito boa, vou compartilhar algumas fotos desta viagem bacana, vendo paisagens lindas, comunidades ao longo do caminho, conversando com o amore, pensando na vida, e claro: me sujando horrores com o pó de minério. Porque não tem jeito meu povo, a gente sai brilhando!!!

Espero que gostem 😉

Cantinhos que eu aprecio

Voltando a falar um pouco sobre o meu Estado e as cidades daqui, resolvi compartilhar com vocês alguns lugares daqui que eu gosto muito ou que tenho muita vontade de conhecer.

A primeira apresentação de hoje fica por conta da Praia da Costa, em Vila Velha. Pois é, trata-se de uma praia já bem urbanizada que fica na cidade de Vila Velha e que eu amo visitar. Quando eu morava lá ia sempre andar pelo calçadão ou pela areia e apreciar o mar com aquele monte de navios ao fundo! É um passeio simples, mas faz a diferença pra mim. E se for em dia de feirinha então, melhor ainda!

É uma pena que as minhas fotos tiradas daí não mostram uma vista panorâmica, mas com a ajuda do Google já dá pra ter uma idéia do visu.

Bem, seguindo sobre os cantinhos que eu aprecio, vou falar de um lugar que enfatiza algo bem peculiar do Estado e que é um atrativo bem bacana. A proximidade entre praia e montanha! Pois é, não sou praieira, mas gosto do contato com o mar e a areia, porém quando a gente quer um clima mais fresco e um pouco mais de sossego e de verde…subimos as montanhas e plim! Parece que estamos em outro canto do país. 

Hoje fico com Domingos Martins e Pedra Azul, lugares fofos, charmosos e delícia para curtir com os amigos, com a família ou com o amor! Eu adoro!

A famosa Pedra do LagartoA famosa Pedra do Lagarto em Pedra Azul

Esta é a entrada de Domingos Martins – forte presença da colonização alemã, italiana e pomerana

Banda típica em apresentação na Sommerfest em janeiro deste ano

Andando por estas bandas você sente como se estivesse até em outro país. Existe parte da população destas zonas que ainda falam o pomerano diariamente! As festas típicas, a arquitetura e a culinária ainda apresentam traços fortes da colonização mista. E a gente aproveita para curtir!

E aí, gostou dessas belezuras capixabas? Vem cá conhecer!

Você conhece o Espírito Santo?

Este post foi motivado depois de muitas observações sobre como o meu (nosso) Estado é pouco conhecido dentro do país, mesmo pertencendo a região sudeste.

Achei uma boa idéia escrever um pouco sobre este cantinho tão bonito para o qual eu voltei faz alguns meses. Pretendo torná-lo uma categoria e ir apresentando coisas ao longo do tempo. Assim, aproveito também para conhecer o que ainda não vi e divulgar um pouco destas belezas capixabas. Bora?

Então: a capital do Espírito Santo é Vitória, uma cidade ilha de 325.453 habitantes (segundo censo IBGE 2010) que faz fronteira com outros três municípios (Serra, Vila Velha e Cariacica), que juntos formam a chamada Região Metropolitana da Grande Vitória (somam-se ainda Fundão, Guarapari e Viana).

Esta é a Terceira Ponte, que conecta Vitória à Vila Velha e que nos proporciona umas imagens belíssimas, tanto de cima, como debaixo.

É uma cidade com uma área verde bacana, com parques e também com praias perto de tudo!

Este é um dos Parques que eu mais gosto. Conhecido como Parque da Pedra da Cebola, é um local onde antigamente se realizavam muitas extrações de pedra e posteriormente se tornou terreno baldio, cheio de lixo e propício à violência. Por pressão da vizinhança local a Prefeitura começou um trabalho ali e hoje é um espaço gostoso para passear, correr, namorar, enfim. Vou sempre quando posso com meus grupos do trabalho. 

A cidade é cheia de cantos bacanas, e agora me empolguei para mostrar. Mas para não ficar um post muito gigante, vou postando pouco a pouco. Por hoje a pequena apresentação fica por aqui.

E os capixabas de plantão, o que acham do nosso Estado? O que gostariam de ver por aqui?

Beijo gigante e bona nit a tothom 😉

PS: As fotos deste post são de uma busca no Google, e outras são de minha autoria.