Recomendo

A última semana foi de longe a pior do ano pra mim. Me senti exausta, pressionada por muitas coisas diferentes, com raiva, sono, desilusão, mas muita esperança. Não tenho conseguido dar muita vazão para a minha criatividade e escrever no blog tem sido difícil por isso e pela falta de tempo. A vida pessoal anda esquisita, precisando de oxigênio. Mas sabe quando a gente tem ideias mas elas não se tornam ações? Pois é, meio isso. Apesar de todo o turbilhão de coisas acontecendo e mesmo sabendo que maio vai ser um mês “desgramento” de cansado, eu consegui chegar a algumas conclusões e recomendo: seguir em frente sabendo o que se quer é o melhor que está tendo!

555884_504028956315204_1501873687_n

Bye Bye Abril

Daí que você passa o mês inteiro pilhada com o trabalho e nem vê os dias passando direito. Esse final de semana me dei conta do fim do mês por conta do limite pra declarar o IRPF.  Galera, que mês maluco! Sinto que fiz realmente duas coisas: trabalhar e malhar! Pois é, meus meses de natação acabaram com o fechamento do clube onde eu nadava, mas continuei com o meu objetivo de cuidar da saúde e do corpo e tenho frequentado aulas de shiban, body attack, jump, zumba, GAP e Pump. A musculação ainda é um desafio pra mim. Tenho ojeriza do espaço da academia dedicado a essa atividade. As pessoas se olhando e se engolindo no espelho, aquela aura de semi pegação no ar…sei lá, é muito mundo da barbie e do ken pro meu gosto. Não me adaptei ainda. Mas tirando essa parte, acho o maior barato sentir o corpo pegando aquele peso e tals. Mas nada comparado ao que sinto na ginástica. Com isso aumentei muitíssimo minha resistência e tenho até pensado em correr! Nos dias em que não consigo ir a aula, apelo para o Insanity, uma aula que conheci através da Camila do blog Pensando Magro. Caracas! O negócio é mega poderoso! Fiz meu Fit Test pra começar direito o programa de 90 dias, mas olha, mesmo fazendo ginástica o troço é pesado, viu! Tem que ter muito cuidado pra corrigir a postura e cuidar os movimentos para não gerar lesões, afinal, pra quem não tem um personal acompanhando isso é uma prioridade – observar os movimentos e fazê-los corretamente. Senão, já era!

Ando contando os dias para as férias e tentando me programar. Logo, logo conto pra vocês os planos maquiavélicos!

Domingo que vem vou batizar a minha sobrinha! Vou ser madrinha! Eu, uma exímia crítica da religião serei madrinha. Mas como isso, produção? Simples, minha irmã me convidou, eu expliquei o meu entendimento sobre o assunto e tudo certo. Vamos lá. Apesar da dificuldade para conseguir o tal certificado, estou disposta a ser uma referência a mais para a minha sobrinha – sobre a vida, digo. Sobre a ética. É o máximo que poderei contribuir. Estou curtindo o desafio.

Bem, quero me dedicar ainda a um projeto que me foi apresentado e vou precisar de muita concentração pra isso. Voltar a ler artigos técnicos e principalmente, produzir, escrever, vai ser bom e difícil!

Despeço-me de abril com a sensação boa de que estou no caminho certo, mas que também preciso descansar. Abro o mês de maio com a esperança e a determinação de realizar algumas metas e com vontade de que ele seja mais leve do que promete!

Concluo com essa música lindíssima, dessa diva latina!

Visca Barcelona

Estava pensando cá com os meus botões se já tinha escrito tudo o que um dia pensei em colocar aqui no blog sobre a experiência na querida cidade de Barcelona. Daí que me dei conta que existem pela blogosfera muitos posts sobre a cidade, com fotos incríveis e dicas bem interessantes. Mas, o olhar de cada um é o que no final das contas faz a diferença, não é mesmo?

Pois bem, resolvi selecionar algumas coisas que eu gostava muito de fazer por lá, e assim somar impressões sobre esse lugar tão maravilhoso que tive a oportunidade de viver. Não farei muitos comentários, apenas sobre os locais que acredito não serem já tão conhecidos. Deixarei os links mais interessantes que encontrar. Vamos lá!

Para visitar:

La Sagrada Familia

la-sagrada-familia

La catedral de Barcelona e todo o centro antigo da cidade que está ao redor da igreja. A foto tá sem graça, mas é que eu adorava ver a lua que saía por trás da torre.

PQAAAL958-NJ6oyQ_tdy9hxMyNOGZn8cgiTQMK0mnBltumKx9o3ACnMN4GuU3Tz5F_DBR5h5Ny_tWgWr_wzI8qCB9NIAm1T1UBf4wsaI_8yOE92o6cj5uk5a3moS

El Park Güell

IMAG3772

La Pedrera, que inclusive tem dias de desconto para entrada.

PQAAANyRD0HaFi1Ur9YFl7ELhE6qiaUaJblYaUG_aon4t006pg6u046Yv778say0Ay7UEydREo1mY3od1arKHjon9PYAm1T1ULtFqtjk91HxStMYXrmFPl24Pelr

Montjüic. Meu paraíso à parte em Barcelona. Era pra lá que eu ia quando queria ficar quieta e pensar. E também quando era verão e tinha várias atrações festivas. Simplesmente não tenho palavras pra descrever. São as fontes mágicas, o monte, o museu, o parque, a vista…visite!

PQAAAFOtOF0K3HC2VbiyY8MIYkchyTEyx3AU_QXclmambHT8JdXKHnafFJtJ0E9808Kxhl1OcYtw3StDMaSJARCPCOcAm1T1UEs5OgEOUtFklxRjjfzlO8-FXfm-

El Aquarium de Barcelona. Eu nunca tinha visitado um aquário, então foi interessante. Mas dizem que há melhores. Ainda assim vale o passeio.

Barcelona-Aquarium

Museus:

Museu Picasso

Museu Fundação Joan Miró

El CCCB

El Caixa Forum

El MACBA

Bairros e lugares para comer:

El Born e seus restaurantes e cafés. Volto a recomendar La Pizza del Born dos argentinos descolados. Sempre frequentei e tenho muitas saudades.

El Raval e suas ruelas e barzinhos. Esse foi um dos bairros que mais frequentei durante meu tempo em Barna. Seja pelo ar de mistura, de excentricidade, mesmo com todos dizendo que é perigoso e coisa e tal, lembra que você mora no Brasil e que a noção de perido por lá ainda é bem diferente. Assistia a muitos jogos do Barcelona por lá e sempre foi muito tranquilo. Vale a dica.

Grácia é uma gracinha e uma delícia. Além das ruas e dos barzinhos e cafés que você vai encontrar andando por lá, recomendo caso tenha tempo de ir ao Cine Verdi, ao Teatre Neu, que além de peças de teatro tem um bar super aconchegante e alternativo. Um cantinho que adorava ir também é o Shhh…no se lo digas a nadie

neu2

Voltando lá no centro antigo, um lugar de sempre comia era no Habana Vieja, restaurante cubano de uma senhora muito simpática. Já no Passeig de Gràcia um restaurante que gostei foi o Ququ. Comi uns profiteroles divinos por lá.

DSC06081

DSC06191

Outros lugares e coisas que valem a pena ver:

El Camp Nou, claro! Porque é bom demais ver esse time jogar, e porque dá pra comprar uma porção de souvenirs na lojinha.

Para os amantes da Lomography, a lojinha em Barna é linda também. Vale a visita. Lomo Barcelona.

El Parque del Laberinto também é uma delícia pra quem tiver um pouco mais de tempo. Fica num bairro mais retirado, perto do Campus de Psicologia, Comunicação e Serviço Social da UB, em Vall d’Hebron. O metrô mais próximo é o da linha verde com parada em Mundet. 

PQAAAMoWM6W1FfT-9NjvvH0o8rKpsjleJweV8aeStmRffbXJkJi0y2vOUXEfig2lzLy8PrOVCpu65Y8itVUBR7UAgmMAm1T1UGkSQCBuOqEC2CxcUwK4Z5iwJZOQ

Para finalizar esse post gigante, tem ainda o Parque de Tibidabo, com igreja e tudo. É um dos pontos mais altos da cidade e de lá de cima dá pra ver tuuudo. Foi um dos primeiros lugares que visitei e me diverti muito. Vale a pena ir de Ferrocarril pra deixar a subida mais legal. 

DSCF0166

DSCF0211

Tem ainda muitos detalhes e lugarzinhos, mas vou somar para um próximo post. Espero que seja de ajuda e que tenham gostado. 

Março. Já?

Pois é, meu povo, março já passou da metade e só agora percebi que minha última postagem no blog foi há mais de um mês. Correrias à parte, andei fazendo bastante coisa. Li a trilogia de Hunger Games e simplesmente estou encantada com a atualidade da história, mas isso é assunto para um post à parte. Estou no terceiro livro da obra As Brumas de Avalon. O Gamo Rei tem sido minha mais nova companhia no transporte público e momentos livre e estou curtindo muito. Não podia deixar de contar que adquiri alguns exemplares que queria há tempos, alguns já lidos outros por desbravar. Isso sem contar nos presentes de aniversário super fofos.

SAM_3791

Fevereiro começou com o meu aniversário, e acabei não cumprindo um dos itens da minha lista das 101 coisas. Não fiz no tempo do projeto nenhuma big festa de aniversário pra mim. Confesso que uns dias antes fiquei super incomodada pela falta de amigos com agenda livre para passar o dia comigo, mas aí resolvi participar de um evento de um grupo de caminhada que tem aqui na minha cidade e fui doar sangue! É, resolvi que ia doar um pouco de vida no dia de comemorar a minha! Foi uma delícia e bem animado.

408416_607681312581142_1825349354_n

SAM_3765

Rolou bolinho e parabéns em casa com o amor e uma amiga querida e papo legal até tarde. Passamos o Carnaval em casa mesmo, sem muita festa, porém, em boa companhia. Este ano não fui ao desfile das escolas de samba daqui do Estado, mas há promessas para desfilar ano que vem! Iuhuul. Aproveitei o tempo para ver mais séries e comecei a baixar Games of Thrones, para ver se me animo em breve. Trabalhei um bocado e nesse intervalo surgiu uma proposta super interessante para minhas tão sonhadas férias em julho, mas ainda é segredo. Conto quando já estiver tudo ok.

SAM_3737

Estou definitivamente empenhada em dar um gás na saúde e no corpo. Tive que parar de nadar pois o clube onde fazia fechou e ainda não encontrei nenhum local viável tendo em vista meus horários loucos de trabalho. Por isso entrei na academia aqui perto de casa e estou me esforçando (mesmo) para frequentar ao menos 3 vezes na semana! Quero muito me sentir mais forte, resistente e saudável!

Também andei marcando médicos que estavam na lista há meses e finalmente vou cuidar desse aspecto da minha vida.

Percebo que neste ano que completei no novo trabalho me fez mais madura, mais centrada, mais brava também. Noto o quanto estou de fato implicada com a questão social, mesmo remando contra a maré. Sou mais uma dos tantos cidadãos brasileiros inconformados com o rumo da política no nosso país, e tenho sentido a necessidade de falar disso aqui no blog também, e não só no facebook. Portanto, não estranhem o fato de vez ou outra encontrarem posts de cunho mais político por aqui. Ah, e não, não estou falando de partido, mas sim do exercício de pensar (e fazer) sobre a cidade, a vida urbana, a coletividade, a sociedade. “Tamos combinados?”

Por conta do projeto das férias decidi que não vou investir na decoração da casa como estava pensando. Esse item da lista fica para o segundo semestre, junto com o cursinho que quero tentar.

Fui ao cinema algumas vezes, curti praia mais do que o meu habitual e mesmo sendo agnóstica estou me preparando para batizar a minha mais nova sobrinha que nasceu!

SAMSUNG

É muita coisa, minha gente! Ainda bem que esse trimestre tá assim. Os próximos prometem ainda mais. E vamo que vamo.

SAMSUNG

Highway

lost_highway_892

A gente cresce, aprende a se virar sozinho, termina a faculdade, trabalha, vive uma porção de aventuras (amorosas ou não) e finalmente consegue se reconhecer como adulto. Aí, quando tudo parece estar entrando nos eixos de vez, vem as outras crises dessa estrada da vida! E a gente pira!

Acredito estar passando por um momento desses e depois de refletir decidi que vou falar um pouco disso por aqui, como uma maneira de dar contorno ao que ainda está muito disforme e me deixando angustiada. Não considero isso como mimimimi, mas se não se sentir à vontade com os relatos, “no problem“, este blog não é um diário. Você pode voltar outras vezes para apreciar outros posts. Mas se não liga pra isso, me acompanhe, por favor. A gente vai ter muito o que trocar.

Tudo começou a ficar mais vivo com a chegada do meu aniversário de 33 anos. Pois é, 33! Confesso que assusta um pouco, mas não é algo negativo. É que a gente normalmente esquece mesmo que não vai ter a mesma idade, a mesma energia pra sempre. E quando o biológico começa a te dar o tom pra algumas coisas a gente toma um sacode bem legal. Mas como ia dizendo: A proximidade do níver trouxe um monte de pensamentos, de desejos, e aí voltei pra minha lista de 101 coisas e percebi o quanto tem uma porção de itens ainda por realizar. Aí foi inevitável, rememorei 2012 e o quanto eu ralei deixando pra trás a diversão. Foi por isso que uma das minhas metas pra 2013 é poder me divertir. Daí que comecei a pensar no quanto eu ando incomodada com o meu fazer, com a minha profissão. Isso é algo muito pessoal mesmo, fruto da minha caminhada e de sei lá quantas coisas mais, e é de fato, um pneu queimado na minha estrada. Não tenho problemas em enfrentar crises, o meu problema é que agora, justamente agora, eu não sei mesmo o que tá acontecendo e não tenho a menor ideia de como sair do incômodo. Percebi que o não saber é que me deixa louca, porque faz com que eu não saia do lugar. Não sei bem o porquê to cansada para além do esperado, não sei bem o motivo de não me sentir realizada com a psicologia depois de 10 anos de formada! Mas suspeito que ter escolhido uma área específica eu não esteja vendo muito sentido na minha intervenção na vida das pessoas. É como construir belas esculturas na areia e ver o mar destruir tudo a cada vez e sempre. Estaria ótimo se eu fosse artista, mas eu sou psicóloga e acredito na importância de exercer um trabalho que faça a diferença. E não tenho sentido isso ao longo do tempo. É, eu trabalho com execução de políticas públicas, e no Brasil as políticas sociais, apesar de existentes ainda não são tão importantes para quem administra a coisa pública. As pastas mais importantes do governo (de todos os níveis) não contemplam as políticas sociais como chave. Normalmente são chave para outros objetivos, não para o que realmente deveria ser. Talvez esse seja o principal motivo do meu desânimo. Cansaço de remar contra a maré. 

Sei que o post tá gigante e se alguém chegou até aqui, agradeço. E vou te dar um descanso. Essa é só a ponta do iceberg. Ainda tem mais pra remexer. E eu espero fazer isso até encontrar uma luzinha. Algo que me faça sentir alívio e saber que as coisas tem um norte.

Enquanto isso, vou aprendendo a relaxar e a me divertir um pouco.